Tempo

O tempo é muito importante, por isto é um Orixá. Tem sua morada na “fícus religiosa” e nas mangueiras e é uma divindade cultuada ao pé de uma árvore sagrada onde é feito seu ritual e suas oferendas, conhecida como gameleira, por isto é conhecido no Brasil como Orixá da Gameleira Branca.
É conhecido e respeitado na Mesopotâmia e Babilônia como ENKI, o Leão Alado, que acompanha todos os seres, do nascimento ao infinito; cultuado no Egito como ANÚBIS, o deus Chacal que, determina a caminhada infinda dos seres, desde o nascimento até atravessar o Vale da Morte.
Também venerado como TEOTIHACAN entre os Incas e VIRACOCHA entre os Maias como o Senhor do início e do Fim.
Os sacerdotes umbandistas sabem que, os milagres das suas cerimônias ritualísticas, só se realizam pelo veículo do Orixá Tempo, que dominando o tempo e o espaço, facilita a todos a compreensão da paciência, do aprendizado constante e sem fim, do aprimoramento de suas missões, dando-lhes o tempo necessário para o despertar do amor, persistência e a conformação do que tem de passar.
Nós, filhos da umbanda, precisamos prestar atenção à este Orixá que trabalha ininterruptamente, determinando o espaço e o tempo que cada Ser tem para empreender sua jornada retificadora perante a eternidade. É ele que faculta aos Orixás zelarem e encaminharem seus regidos dando-lhes seus atributos que podem gerar alternativas positivas ou negativas. É ele que, por ordem superior (Zâmbi), nos faculta o livre-arbítrio da escolha do caminho a seguir.
Às vezes nos é dado por este Orixá a oportunidade de viajarmos em seu veículo e retrocedermos no tempo e no espaço para verificação das promessas feitas a nós mesmos quando do reencarne. São as chamadas regressões.
Portanto seria de bom alvitre que cada um por si procurasse ao final de cada jornada, verificar todos os nossos atos, ações e reações, para que tenhamos tempo de corrigir nossa trajetória à caminho da Eternidade
LENDA
Tempo era um homem muito agitado que fazia e resolvia muitas coisas ao mesmo tempo. Entretanto, este homem vivia reclamando e cobrando de Zambi que o dia era muito pequeno para fazer e resolver tudo que quisesse. Um dia, Zambi lhe disse: “Eu errei em sua criação, pois você é muito apressado”.. Ele então respondeu a Zambi: “Não tenho culpa se o dia é pequeno e as horas miúdas, não dando tempo para realizar tudo que planejo”. A partir desse momento, Zambi então determinou que esse homem passasse a controlar o tempo. Tendo domínio sobre os elementais e movimentos da natureza, rege as estações do ano e está ligado ao frio, ao calor, à seca, às tempestades, ao ambiente pesado e ao ambiente agradável.

Gameleira Branca – morada de Tempo

FicusReligiosa

Anúncios
Categories: Orixás | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: